FAST FOOD

DES­CO­BER­TA GAS­TRO­NÔ­MI­CA  DO POTI­GUAR WIL­SON,  SUBS­TI­TUI A MAIO­NE­SE  NOS SAN­DUI­CHES

 

 

QUEM É O CIEN­TIS­TA

chef

WIL­SON MAR­TINS é aluno do 2º ano do Curso de Gas­tro­no­mia da UnP. Tam­bém há 11 anos é o fa­bri­can­te dos san­dui­ches na­tu­rais NA­TA­LIS, aqui no RN.

 

PREO­CU­PA­ÇÃO

A gran­de preo­cu­pa­ção desse em­pre­sá­rio na in­dús­tria ali­men­tí­cia, no ramo de san­dui­ches na­tu­rais, era jus­ta­men­te a subs­ti­tui­ção da MAIO­NE­SE. Esse in­gre­dien­te dava um sabor ini­gua­lá­vel ao san­dui­che. To­da­via, mesmo a ver­são LIGTH lan­ça­da no mer­ca­do, não cor­res­pon­dia aos in­di­ca­ti­vos nu­tri­cio­nais para a com­po­si­ção de um san­dui­che de bai­xís­si­mas ca­lo­rias. Daí, pas­sou um longo tempo pes­qui­san­do em seu la­bo­ra­tó­rio, na In­dús­tria NA­TA­LIS, um in­gre­dien­te ade­qua­do ao que o povo pedia.

 

A DICA FOI DA CHEF CACAU

A ta­len­to­sa Chef CACAU WAN­DER­LEI, pro­fes­so­ra do curso na UnP, “que já co­nhe­cía­mos na re­ci­cla­gem que ela deu no Self Ser­vi­ce LA TÁ­VO­LA, em que seu toque tor­nou o me­lhor buf­fet da ci­da­de”. Pois bem, numa das aulas, a Chef CACAU mos­trou como a bio­mas­sa da BA­NA­NA VERDE po­de­ria ser trans­for­ma­da em di­ver­sos con­di­men­tos para a cu­li­ná­ria. Foi o NORTE que WIL­SON pre­ci­sa­va.

 

A DES­CO­BER­TA

O  cien­tis­ta WIL­SON pas­sou a tes­tar a bio­mas­sa da BA­NA­NA VERDE. Le­va­va as amos­tras em san­dui­ches para a Chef CACAU ex­pe­ri­men­tar, jun­ta­men­te com os co­le­gas do curso. Até que al­can­çou o ponto de­se­ja­do. Todos apro­va­ram e a Chef CACAU pa­ra­be­ni­zou-o pela des­co­ber­ta sen­sa­cio­nal.

Agora está so­men­te ajus­tan­do o fator nu­tri­cio­nal para re­gis­trar a des­co­ber­ta, li­cen­ciá-la e co­lo­car no mer­ca­do. Já tem mul­ti­na­cio­nais pro­cu­ran­do-o. Mas ele disse que só ne­go­cia a pa­ten­te de­pois de lan­çar em seus san­dui­ches NA­TA­LIS para sen­tir a apro­va­ção do povo em geral.

 

BUONGUSTAIO MUDA

buongustaio

O bada­la­do Restaurante BUO­GUS­TAIO,  que fica ali em Petrópolis, é um fran­chai­se de uma rede per­ten­cen­te a empre­sá­rios per­nam­bu­ca­nos. O res­tau­ra­teur daqui de Natal é Jeferson Barbalho. Ele pre­ten­de par­tir com um sis­te­ma seu, menu seu, nome que irá dar. Assim, já está nego­cian­do a devo­lu­ção dessa marca.

 

TESTE

Aten­cio­sa­men­te,  o em­pre­sá­rio e cien­tis­ta/gas­trô­no­mo WIL­SON, man­dou-me os san­dui­ches para pro­var­mos. Acha­mos mui­tís­si­mo bom. Isso foi tam­bém com­pro­va­do pelo meu neto GA­BRIEL (16 anos), que ofe­re­ceu al­guns para seus ami­gos, e foi só elo­gios. Bem, mande brasa Wil­son, conte com o nosso total apoio.

 

NOI­TE AR­RE­TA­DA

O cro­nis­ta ­social TOI­NHO SIL­VEI­RA vai come­mo­rar nova idade no dia 24/04, sexta pró­xi­ma, e 34 anos de jor­na­lis­mo espe­cia­li­za­do. A festa se chama NOITE ARRE­TA­DA, tendo como tema as Vaquejadas Nordestinas. Haverá comes e bebes  free a noite toda, no VER­SAI­LES recep­ções do Tirol.  

 

A­BRIU E FE­CHOU 

Não faz 20 dias que no­ti­cia­mos aqui a aber­tu­ra do BU­CA­RES­TE RES­TAU­RAN­TE. Um res­tau­ran­te de cu­li­ná­ria ro­me­na que se ins­ta­la­ra na Loja 09 do Hotel Re­si­den­ce. Acon­te­ce que o ro­me­no, sem mais nem menos, como nos in­for­ma­ram no local, de­ci­diu da noite para o dia fe­char. Nin­guém sabe o por­quê.  

 

CLU­BE ANI­VER­SA­RIA 

Há 02 anos fun­cio­na o Clube de En­ge­nha­ria, na an­ti­ga sede do Clube dos Radio Ama­do­res, vi­zi­nho ao Quar­tel da PM do Es­ta­do. O ani­ver­sá­rio é hoje. Desde que en­tre­ga­ram a di­re­ção do Bar e do Res­tau­ran­te ao Gas­trô­no­mo-fi­ló­so­fo TE­MIS­TO­CLES SILVA, tre­men­do co­nhe­ce­dor, prin­ci­pal­men­te de pes­tis­cos e co­mi­das de bo­te­quim, que tem sido um su­ces­so os happy hauer e os sá­ba­dos com fei­joa­da e mú­si­ca po­pu­lar bra­si­lei­ra ao vivo. Tudo co­me­ça ao meio dia. A estas horas já está ro­lan­do há muito tempo. Nos­sas sau­da­ções. É um local bas­tan­te agra­dá­vel e muito gos­to­so.  

 

COE­LHO É BOM DE MESMO

Pois bem, no BAR DO COE­LHO, que fica por trás da Ingreja Sto. Antonio, na Cidade Alta, é um ponto de encon­tro dos boê­mios de Natal. Também dos gour­mets  refi­na­dos  em carne exó­ti­ca, pois serve carne de COE­LHO. Tudo isso é ani­ma­do com músi­ca ao vivo  dos anos 60, às sex­tas a par­tir das 19h. No menu se encon­tra tam­bém autên­ti­cos pra­tos de nossa culi­ná­ria regio­nal, no tri­vial. Nada com sofis­ti­ca­ção.

 

QUEM ACRE­DI­TA­RIA, 

MIL QUI­LOS DE BA­CA­LHAU!

marca-uvi-frios

Se há al­guns anos atrás dis­sés­se­mos que um em­pre­sá­rio po­ti­guar teria im­por­ta­do mil qui­los de ba­ca­lhau, todo mundo pen­sa­ria que era piada. Pois é a ver­da­de. Trata-se da evo­lu­ção gas­tro­nô­mi­ca dos po­ti­gua­res. Essa se­ma­na-santa, o di­nâ­mi­co em­pre­sá­rio HER­CU­LA­NO AZEVEDO, pro­prie­tá­rio da maior dis­tri­bui­do­ra de ali­men­tos do Es­ta­do, a UVI­FRIOS, im­por­tou so­men­te uma to­ne­la­da de Ba­ca­lhau. E sabem de uma coisa, não so­brou nada. Ven­deu tu­di­nho de mesmo. Isso é que se chama sen­si­bi­li­da­de em­pre­sa­rial. Eis por­que a Dis­tri­bui­do­ra UVI­FRIOS li­de­ra no Es­ta­do todo, pois tem uma in­fraes­tru­tu­ra fa­bu­lo­sa, só ofe­re­ce pro­du­tos de boa qua­li­da­de na linha de ali­men­ta­ção, e tem o ar­ro­jo e visão em­preen­de­do­ra de seu pro­prie­tá­rio. Pa­ra­béns! Foi um show. O preço então, foi ma­ra­vi­lho­so, todo mundo só fala nisso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: